Ar Condicionado: use adequadamente e tenha um verão sem sustos; por Dra. Roberta Fittipaldi, pneumologia em Botafogo e Flamengo

Com o aumento das temperaturas nessa época do ano, a tendência é ficarmos mais tempo em ambientes com ar condicionado. Muitas pessoas ao se expor ao ar frio do ar condicionado viram reféns da tosse, coriza, espirros e garganta irritada. Mas será que o ar condicionado é o grande vilão?

Na verdade, nada disso acontece por causa do ar frio, mas sim pelo uso inadequado do aparelho e ao ar seco que ele gera. O ar seco, que é gerado por estes aparelhos, causa o ressecamento das mucosas das vias aéreas, diminuindo as suas defesas naturais. Logo, essa mucosa lesada será mais propensa à invasão de vírus e bactérias, resultando em gripes, resfriados, sinusites e, em casos mais avançados, pneumonias.

Ar-condicionado-saiba-usá-lo-Dra-Roberta-Fittipaldi-pneumologista-Flamengo-e-Botafogo-620x431

Outro ponto importante que o ar seco pode gerar é a exacerbação de algumas doenças respiratórias prévias como asma e rinite, principalmente se estas não estão sendo tratadas adequadamente.

Além disso, para evitarmos as doenças respiratórias devido ao uso do ar condicionado, é importante manter o aparelho limpo periodicamente conforme a indicação de cada fabricante.

Para evitar esses danos na nossa via aérea, podemos minimizar os efeitos do ar condicionado mantendo uma bacia com água ou pano molhado e mantenha – se sempre bem hidratado – ingerindo no mínimo 2 litros de água por dia.

Evite também os umidificadores que podem gerar umidade excessiva no ambiente e também causar danos à via aérea. Com esses cuidados simples podemos evitar gripes, resfriados, piora da asma e ter um verão sem sustos.

***

Dra-Roberta-Fittipaldi-Pneumologia-e-Broncoscopia_1-620x544Por Dra. Roberta Fittipaldi: Médica com Especialização  em Clínica Médica na UNIRIO, Pneumologia e Broncoscopia, na UFRJ. Seu diferencial está na formação em terapia intensiva com experiência em pacientes críticos, além de realizar tratamentos anti-tabagismo e prevenção de doenças. Possui dois consultórios um no Flamengo e outro em Botafogo, zona sul do Rio. Faz parte do corpo docente das principais universidades do Rio: UFRJ e UFF, dando aulas ligadas à Pneumologia, além de dedicar-se ao CTI da Clínica São Vicente da Gávea.

Onde encontrá-la!

Flamengo: Rua almirante Tamandaré, 66 – 909 | Tel.: (21) 2205-1841

Botafogo: Rua Voluntários da Pátria, 445 – 1105 |Tel.: (21) 2480-0405

www.pneumologiafittipaldi.com.br

Instagram @drarobertafittipaldi

Comentários

Comentários

Confira também

Vacinação em adultos: Dra. Roberta Fittipadi, clínica médica e pneumologista, explica a importância da prevenção

Prevenir hoje é palavra de ordem na medicina. São tantas as doenças que devemos nos ...