Depilação a laser em todos os tipos de pele e redução do suor das axilas

O verão vem chegando bem devagar, com poucos dias típicos de sol escaldante. Estas investidas do sol despertam em nós, mulheres, aquele desejo de nos livrarmos dos pelos indesejáveis antes de receber aquele convite de última hora para encarar um biquíni.

Depilação a laser - Dra. Claudia SáA remoção dos pelos a laser tem recebido nos últimos anos muita atenção, tanto dos médicos como das esteticistas, porque possibilita resultados a longo prazo, não é de natureza invasiva, o tratamento promove um mínimo desconforto e é rápido.

Existem vários tipos de sistemas de laser e luz pulsada que diferem quanto ao comprimento de onda, a duração do pulso, a fluência, o tipo de sistema de disparo e o método de resfriamento.  Todos estes fatores vão influenciar no tratamento.  Assim, varias fontes de luz são oferecidas para a remoção de pelos – luz intensa pulsada, laser de ruby, laser de alexandrita, laser de diodo, e o laser Nd:YAG.

Para atingir resultados satisfatórios com a remoção dos pelos é preciso que haja lesão do bulbo e das células em torno na raiz do pelo.  A luz é absorvida pelo cromóforo (geralmente a pigmentação do pelo, chamada de melanina) e é transformada em energia de calor, resultando na elevação da temperatura do pelo. Quando a temperatura chega a níveis adequados provoca a alteração do crescimento do pelo.  O sucesso é determinado pelo tipo de pele, a fisiologia do pelo e do equipamento utilizado no tratamento.

O comprimento de onda é importante para uma boa absorção do laser ou de sua energia luminosa pelas estruturas profundas do folículo piloso. Outra característica importante da fonte luminosa é a dispersão da luz, pois quanto mais a energia luminosa é desperdiçada menos atuará no seu alvo.  O tratamento deve ser bem seletivo para o folículo piloso sem produzir lesão nos tecidos adjacentes.

O laser Nd:YAG com comprimento de onda 1064 encontra lugar de destaque entre os demais, pois é capaz de penetrar profundamente na pele e ser absorvido pelo folículo piloso, provocando a  sua destruição sem lesar a superfície da pele. Além disto, pode ser utilizado em todos os tipos de pele – da mais clara até a mais escura – e tem a capacidade de gerar altas fluências com pulsos bem curtos, o que significa que trata também pelos claros e finos. O equipamento possui ainda ponteiras grandes capazes de tratar com rapidez grandes áreas corporais.

Um tratamento publicado no Journal of Drugs in Dermatology indica que o tratamento dos pelos axilares com o laser Nd:YAG 1064 long pulse pode ser capaz de reduzir a sudorese das axilas (hiperhidrose axilar). A hiperhidrose axilar é um distúrbio de origem desconhecida das glândulas axilares ecrinas decorrente da atividade exacerbada do sistema nervoso simpático, aquele associado com fatores emocionais.  Uma das explicações para este efeito seria o aquecimento das estruturas localizadas próximas aos pelos.  Talvez o tratamento dos pelos axilares com o laser Nd:YAG 1064  longo pulse seja uma boa opção para reduzir o desagradável excesso de suor e, inclusive o mal odor.

***

CLAUDIA-SA-65Por Claudia Maria Duarte de Sá Guimarães:Médica especializada em Dermatologia – membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, membro da American Academy of Dermatology, membro da American Society for Laser in Medicine and Surgery e membro da Sociedade Brasileira de Laser.

Onde encontrá-la:
Av. Nossa Senhora de Copacabana, 435 – Sala 903  – Copacabana/RJ
Tel: (21) 2255-7923 | 2236-6972 | www.claudiasa.com.br

 

 

Comentários

Comentários

Confira também

Dermatologista Aline Ramalho se destaca, em Búzios, com sua clínica dermatológica, cosmética e estética

Destino de férias de muita gente, Búzios é um oásis que exerce magnetismo em quem ...