Implantes hormonais: Por Dra. Maria Carolina Dalboni, ginecologista e obstetra em Cabo Frio

Atualmente, os implantes hormonais se tornaram uma importante ferramenta para a qualidade de vida de homens e mulheres, pois precisamos de equilíbrio em todas as fases da vida. Os benefícios são muitos, porém o mais importante é a individualização de acordo com as características e necessidades de cada paciente, além da segurança, praticidade, eficiência e bem estar.

Os implantes são tubos de silicone semipermeáveis de 4 a 5 cm, contendo estradiol ou testosterona bioidênticos ou progestínicos. Eles são implantados na região glútea, em um procedimento muito simples, com anestesia local. Dessa forma são absorvidos e distribuídos de forma mais uniforme no organismo, acarretando menos efeitos colaterais. Os principais hormônios utilizados são:

–  Gestrinona: Utilizado para fins de anticoncepção. Tem excelente efeito sobre endometriose e TPM, menopausa, cólica, obesidade, melhora da libido, ganho de massa óssea e muscular, melhora da celulite, entre outros. Alguns efeitos colaterais podem surgir nos primeiros meses, na fase de adaptação, mas logo desaparecem, como acne, seborreia e rouquidão.

–  Nestorone: funciona como contraceptivo, incluindo em mulheres na fase de amamentação, e também nos tratamentos para endometriose, TPM, puberdade precoce, entre outros. O efeito colateral é a perda da libido, por isso uma das indicações é associá-lo com uma pequena dose de testosterona.

–  Estradiol: Ideal para tratamento da menopausa, aliviando ondas de calor, irritabilidade, insônia e cansaço, além da melhora da pele, lubrificação vaginal e a prevenção da osteoporose.

–  Testosterona: Indicado para homens e mulheres, esse hormônio promove melhora da libido e disposição geral. Nas mulheres, associamos muito com estradiol na menopausa. Já nos homens, é usado para prevenir efeitos da andropausa, preservação da musculatura, ossos, vigor físico, virilidade, além de ajudar na prevenção do desenvolvimento de diabetes tipo II, auxiliar na impotência sexual quando causada por deficiência hormonal, etc.

Foto: Reprodução

Dentre os fatores positivos que o uso dos implantes hormonais traz, podemos destacar: o aumento da energia física e mental, disposição física, melhora dos sintomas da menopausa e andropausa, melhora da massa óssea e massa muscular, anticoncepção, pode ainda auxiliar no tratamento da TPM, endometriose, miomatose, sangramento uterino anormal, cólicas menstruais, obesidade e outras patologias. Apesar da extensa lista de benefícios, o procedimento pode apresentar efeitos colaterais. Os mais comuns são aumento da oleosidade da pele, edema, principalmente no início do tratamento, mas que podem ser controlados com medicação.

Para a ala feminina, a reposição hormonal ajuda a melhorar o corpo um todo, trazendo ainda mais benefícios para a pele, os cabelos, além de promover firmeza corporal, proporcionando mais disposição. A mulher em equilíbrio com seu corpo, vida pessoal e, principalmente sua fé, se torna muito mais bela e segura. Consulte seu especialista.

***

Por Dra. Maria Carolina Dalboni (CRM 52.70720-1): Com 17 anos de experiência profissional, a especialista é formada pela Universidade Severino Sombra (USS), em Vassouras. Possui Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia, no Hospital Naval Marcílio Dias, e Pós-Graduação na Universidade Gama Filho. Atende em três endereços: Cabo Frio, Icaraí e Ipanema.

Contatos: (21) 97402-7836 | (22) 2643-2417 | (22) 98819-2417

Comentários

Comentários

Confira também

Jejum Intermitente, Nutrição Funcional e Dieta Genética: Dr. Fábio Bicalho explica as três práticas para perda de peso com saúde

Uma das condutas que sempre indiquei aos meus pacientes que almejam emagrecer é a de ...